Leitura | Auto Plus
TEL: (79) 3249-1903
Endereço:Rua O, 126
Inácio Barbosa, Aracaju - SE
Email: contato@autoplusnet.com.br

Veja a evolução do seu veículo

ÁREA DO CLIENTE

MECÂNICA

Fazer a revisão do carro garante conforto e segurança na hora de viajar. Calibragem de pneus, trocas de óleo e verificação do sistema elétrico são essenciais para garantir uma viagem tranquila.

Fazer a revisão do carro garante conforto e segurança na hora de viajar. Calibragem de pneus, trocas de óleo e verificação do sistema elétrico são essenciais para garantir uma viagem tranquila. Além de garantir a segurança, estar como veículo em dia evita dissabores em batidas policiais. 

  • Mas o que é importante revisar?
  • Quais itens devem estar em dia? 

Para começar, todos lembramos que o manual do proprietário traz uma lista de itens que precisam ser periodicamente revisados, e que as concessionárias seguem essas recomendações. 

substituição de peças 02.jpg

Nós da Auto Plus efetuamos a revisão periódica é uma análise mais detalhadas de uma série de peças e sistemas do carro, uma lista que pode ultrapassar 60 itens. Embora seja indicado que se faça a revisão nos intervalos de tempo sugeridos pelas fábricas, alguns itens isolados podem ser considerados obrigatórios, por serem os verificados por policiais caso seu carro seja parado em uma blitz. 

- Cinto de segurança: opolicial não vai fazer nenhum teste profundo, mas é preciso que a fivela esteja prendendo e, obviamente, que motorista e passageiros estejam usando o cinto no momento da batida. Na mesmas lista inclui as palhetas dos limpadores de para-brisas, o pisca alerta que, na chuva, são os limpadores que vão manter a visibilidade do motorista, e que qualquer sujeira no vidro aumenta os riscos de acidente. 

dica-elétrica-carros-1.jpg
- A parte elétrica: buzina, iluminação e sinalização devem estar em ordem. Setas, pisca-alerta, luzes de freio e faróis alto e baixo precisam estar funcionando bem.

- A iluminação das placas, embora muitas vezes ninguém se lembre dela, também precisa de verificação. 

- Sistema Elétrico: é importante estar com as luzes do painel funcionando: temperatura do motor, óleo, quantidade de combustível, e a própria iluminação que permite ver velocímetro e conta-giros. 

- Ferramentas obrigatórias: macaco, chave de roda e triângulo. O extintor também é importante, e vale lembrar que é preciso checar a validade do casco e da carga.

pneus-encher-com-azoto.jpg
- A calibragem é o aspecto mais básico com relação aos pneus. Quando correta, além de garantir a segurança, diminui o consumo de combustível e, consequentemente, os níveis de emissão do veículo. Além disso, quando se vai viajar, é preciso calibrar os pneus de acordo com a carga do carro, se plena - com toda a família no automóvel, além das bagagens - ou meia carga. 
O desgaste dos pneus também faz toda diferença. O limite é verificado pela profundidade dos sulcos, e para os proprietários - leigos -, existe um marcador, chamado TWI, que indica o momento certo de comprar pneus novos. Para evitar a corrosão irregular e garantir que a capacidade de frenagem do veículo seja plena, é importante fazer o alinhamento e o balanceamento. 

Óleo para Motor.jpg
- O óleo: deve ser trocado de seis em seis meses ou a cada cinco mil quilômetros (nos mais novos) ou sete mil e quinhentos quilômetros. O filtro é mudado uma vez por ano. 

- Arrefecimento: Tanto para a rodagem na cidade quanto na estrada, é importante ter o sistema de arrefecimento em dia, para evitar o superaquecimento do motor e uma possível fundição. A revisão do sistema inclui a checagem de vazamentos e a limpeza, para que o funcionamento do sistema também não seja sobrecarregado. 

Sistema de suspenção.jpg
- Freios e Suspensão: na Auto Plus é efetuada a revisão dos freios, checa pastilhas, discos e tambores, cujo desgaste vai depender do uso feito pelo motorista. Também é preciso verificar o líquido de freio, para saber se há vazamentos e se já está na hora de trocá-lo.Quanto a pastilha de freio tem um período de assentamento, durante o qual a resposta do sistema de frenagem é um pouco mais lenta, e deve-se dirigir com mais cautela.

- Suspensão: são analisados amortecedores, que devem estar com a pressão regulada para garantir estabilidade e controle em curvas e buracos. Também são observados possíveis vazamentos no sistema, além de verificadas as buchas, para garantir que não estejam com folga. Mesmo que a oficina vá seguir o procedimento padrão de revisão, é importante avisar sobre eventuais ruídos que o motorista tenha notado. 

Freios e os pneus estão entre os itens mais importantes para a segurança do carro, porque na iminência de um acidente, se eles não estiverem funcionando não importa o resto estar, já que o carro não vai parar. 

- Bateria: hoje em dia, as baterias vêm lacradas, mas trazem um indicador de vida útil. Também se procede à limpeza dos cabos à checagem do alternador, que deve estar mantendo a carga da bateria.

Engrenagem.jpg
- Embreagem: A principal verificação é quanto ao desgaste das peças. É preciso avisar se a embreagem está pesada, e se o carro está trepidando. A revisão checa, ainda, o nível do óleo da caixa de câmbio e se há vazamento entre a caixa e o motor. No caso das hidráulicas, também se verifica se há vazamento do líquido da caixa.  

- Sistema de injeção: é feito o ajuste da regulagem e a busca por erros ou anomalias quanto aos parâmetros padrão; 

- Rolamento: checa-se a lubrificação e o ronco, para evitar fundição, o que inutilizaria a roda; 

 

 

Librificação.jpg
- Motor: avise sobre barulhos, para que sejam investigados problemas de junta, suspiros ou vazamentos (de óleo ou combustível), entre outras questões; a correia dentada do motor também passa por verificação.

Prevenir é melhor do que remediar. 

O clichê de que o barato sai caro segue sendo válido no que diz respeito à manutenção do carro. É por isso que as concessionárias recomendam revisões periódicas, divididas, de modo geral, em preventivas e corretivas. Se o proprietário mantém-se em dia com as revisões, pode prever quando será necessário substituir algum item e quanto isso vai lhe custar. Manter as peças bem reguladas faz com que durem o tempo previsto pelas fabricantes, além de mantê-las na garantia e certificar a segurança do veículo.